quarta-feira, 28 de junho de 2017

MUSEU GRÃO VASCO 1916 - 2016 ALGUMAS IMAGENS




Partilho hoje aqui algumas imagens do meu mais recente livro editado sob a chancela de Edições Esgotadas, intitulado Museu Grão Vasco 1916 - 2016. Em Busca da Arte Perdida, para dar uma pequena mostra do que aí poderão encontrar...




sexta-feira, 16 de junho de 2017

QUADRADINHOS PORTUGUESES - OLHARES E ESTILOS


Irá inaugurar no próximo dia 24 de Junho uma exposição de banda desenhada organizada por José de Matos Cruz, no Cidadela Art District, situado na Cidadela de Cascais, na Avenida Dom Carlos I, em Cascais. Como o próprio nome o indica a exposição contará com alguns trabalhos de vários artistas portugueses ligados à banda desenhada e ilustração, mostrando alguma da muita diversidade de estilos que povoam estas artes no nosso país e, eu serei um dos nomes incluídos nessa mostra, que estará patente até ao dia 3 de Setembro. Esta é também uma iniciativa da Fundação D. Luís I e insere-se no âmbito das manifestações artísticas e culturais ligadas ao Bairro dos Museus. Fica então o cartaz e o convite para que apareçam... 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

A MINHA ÚLTIMA VISITA À FEIRA DO LIVRO


Deixo esta semana duas fotos que ilustram um pouco da minha passagem pela Feira do Livro durante o fim de semana e aproveito para anunciar que irei lá estar pela última vez na próxima quinta-feira. Fica então a informação:

QUINTA-FEIRA, DIA 15 DE JUNHO - ESPAÇO LEYA, ENTRE AS 15.00 E AS 18.OO HORAS.

O convite fica feito então para quem quiser um autógrafo desenhado ou simplesmente dois dedos de conversa...

Fotos: Cristina Costa Amaral


terça-feira, 6 de junho de 2017

FIM DE SEMANA NA FEIRA DO LIVRO...


A todos os eventuais interessados deixo a notícia de que durante o próximo fim de semana estarei na Feira do Livro em sessões de autógrafos. Deixo então os horários:

SÁBADO, 10 DE JUNHO - ESPAÇO LEYA, ENTRE AS 15.00  E AS 18.00 HORAS

DOMINGO, 11 DE JUNHO - STAND DA ÂNCORA EDITORES, A PARTIR DAS 15.30 HORAS

Todos os que quiserem então um desenhito ou apenas alguns momentos de convívio podem então aparecer. O convite fica feito...

terça-feira, 30 de maio de 2017

MUSEU GRÃO VASCO 1916 - 2016, O MEU PRÓXIMO LIVRO


É já no próximo domingo, dia 4 de Junho,  que irei lançar no Museu Grão Vasco,  em Viseu, às 18.30 horas, a minha próxima obra de banda desenhada, sob a chancela da editora Edições Esgotadas. E esse local de lançamento faz todo o sentido, uma vez que o meu mais recente livro ( MUSEU NACIONAL GRÃO VASCO 1916 - 2016: EM BUSCA DA ARTE PERDIDA) narra,  como o próprio nome o indica, algumas das histórias e factos que têm a ver com o próprio museu, desde a sua criação até à recente designação de Museu Nacional ocorrida em 2015. São, no fundo, algumas pinceladas sobre cem anos de existência de uma instituição que levou o nome pelo qual era conhecido o pintor Vasco Fernandes, provavelmente o expoente máximo da pintura renascentista portuguesa. E, são esses anos que muitas vezes não foram fáceis, mas contribuiram decisivamente para serem desbravados caminhos em prol do amor à arte, que surgem narrados nesta obra. Mas para quem quiser conhecer melhor o livro, fica feito o convite para o lançamernto...


terça-feira, 16 de maio de 2017

EXPOSIÇÃO JUVEBÊDÊ - ALGUMAS IMAGENS

Cartaz da exposição com os trabalhos de alguns autores representados na exposição
Cartaz feito com as capas da Juvebêdê
Apesar de, por estes dias, já ter terminado, deixo aqui algumas imagens da inauguração da Exposição Comemorativa dos 20 anos do fanzine Juvebêdê e dos 29 anos da Associação Juvemédia que o edita. Esta exposição decorreu entre os dias 25 de Abril e 6 de Maio na livraria Ler Devagar, no Lx Factory e foi uma mostra representativa de vários autores internacionais e nacionais que, ao longo dos anos, colaboraram com pequenas histórias ou simples desenhos (como foi o meu caso)  no percurso de um fanzine feito com muito amor em prol de uma mais ampla divulgação da banda desenhada. Foi com muito agrado que estive na inauguração deste evento e deixo então aqui algumas imagens para mais tarde recordar...
Fotos: Juvebêdê e Cristina Costa Amaral

Algum do público que esteve presente na inauguração
O bolo comemorativo do evento
A parede onde podia ser visível, entre outros, o meu desenho
Os elementos que, ao longo destes vinte anos, participaram na Juvebêdê: Carlos Cunha, Alexandra Sousa, David Lopes e Miguel Coelho
O espaço onde figuram os desenhos de Tibet, Giardino, Cosey, Derradé, Hermann, Jo-El Azara e José Ruy, entre outros
Eu, Geraldes Lino, Alexandra Sousa, Carlos Baptista Mendes e Carlos Cunha, numa foto para a posteridade...

terça-feira, 9 de maio de 2017

4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL - AS MINHAS MEMÓRIAS...

Foto de grupo da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal na Anadia
Andrea Venturi preparando mais um autógrafo
Os cartazes de Venturi (à esquerda) e de Leomacs para este  evento
Leomacs a preparar o meu autógrafo no seu livro Ouro Negro
   Sendo admirador das aventuras de Tex Willer desde a minha infância, foi com naturalidade que estive presente na quarta mostra do Clube Tex Portugal, na Anadia nos passados dias 29 e 30 de Abril. E posso dizer que, a exemplo do que me aconteceu há dois anos, estes foram dias de convívio e múltiplas experiências que guardarei com saudade na minha memória...
   Os convidados, este ano, foram os notáveis desenhadores Andrea Venturi e Leomacs que viu também lançado Ouro Negro, o livro que desenhou sob argumento de Manfredi, sob a chancela da Polvo. Só por isto, estavam já criadas as condições para eu passar um fim-de-semana inesquecível. Porém, as surpresas não se ficaram por aí e, quando me dei conta, estava também na mesa, sentado ao lado destes grandes desenhadores a fazer o que se pode designar como uma espécie de fan art da personagem. E, posso dizer que, mais uma vez, fui recebido com muito carinho por todos os elementos do clube. Por isso, deixo aqui um abraço especial ao José Carlos Francisco e seus pards, que é como quem diz Mário Marques, Carlos Moreira e António Lança Guerreiro, por todo o entusiasmo com que puseram de pé este evento, mas, no meu caso particular, por todo o apreço que dedicaram à minha visita, onde sinceramente contava apenas estar como espectador e admirador e não propriamente como autor. Fica também uma palavra de agradecimento ao público que esteve na Anadia, pois também ele contribuiu fortemente para que esta minha presença fosse de facto constituída por momentos memoráveis.
   É por isso que deixo aqui algumas fotos que não são propriamente do evento em si, mas antes da minha experiência nestes dias que, para mim, só tiveram um defeito: o de passarem demasiado depressa. Para quem quiser ver um pouco mais do que foi o sucesso deste acontecimento, deixo também o link do Tex Willer Blog que poderão consultar aqui. Ficam então as imagens, que serão melhores do que quaisquer palavras minhas, para ilustrar o que foi uma mostra onde o amor à arte (no caso concreto no universo de Tex) esteve bem patente entre os presentes. E posso dizer, com inteira justiça, que, mesmo assim, as fotos ilustram apenas uma pequena parte do que foi mais um notável fim-de-semana...
Fotos: Cristina Costa Amaral

E cá está o resultado final 
Eu a posar com Carlos Morira ( à minha esquerda),  Mário Marques e José Carlos Francisco que exibe o desenho que fiz para o livro de honra
A preparar-me para finalizar um desenho de Tex
Eu e Keiko Ichiguchi, a esposa de Andrea Venturi, também ela uma desenhadora de manga, trocámos desenhos...
Uma Lilith que fiz a pedido de Teresa, a esposa de Carlos Moreira
E uma outra feita, desta vez, para Rosália e Júlio Schneider, um grande especialista sobre o universo de Tex Willer
A mesa de trabalho com Keiko Ichiguchi, Andrea Venturi, Leomacs e eu
E sai mais um Tex...

terça-feira, 11 de abril de 2017

PELAS ESCOLAS DE PORTUGAL...


   Esta semana não venho divulgar trabalhos meus, mas antes falar um pouco sobre o que foram os últimos dias de Março. Essa foi, para mim, uma semana desgastante, já que mal parei em casa. Andei antes pelo país a promover o meu trabalho. Mas também foi extremamente rica e gratificante, plena de maravilhosas experiências que guardarei para o resto dos meus dias. Assim, andei pela Escola Secundária de Vila Real de Santo António, indo depois a Coimbra à Escola Secundária de Avelar Brotero, onde falei um pouco sobre o meu trabalho em Cinzas da Revolta e acabei em Vila Nova de Gaia na Escola Secundária Inês de Castro, onde fiz uma abordagem sobre  A Viagem do Elefante, a banda desenhada adaptada do romance homónimo de José Saramago.
   Em todas elas o denominador comum foi o carinho com que fui recebido e o apoio que me foi prestado, quer por alunos, quer por professores e, para mim, foram dias recheados de pequenos prazeres e incontáveis surpresas. No entanto, em Vila Nova de Gaia, como se isso não bastasse, ainda fui presenteado com um dos vários marcadores para livros que os alunos fizeram, com alguns trabalhos baseados  na minha BD e que mostro nas fotografias e anexo. Por fim, ainda trouxe como memória para o meu baú de recordações, que vai ficando cada vez maior, uma magnífica serigrafia feita pela professora de Artes Visuais, Nazaré Alvares, que foi usada para a comemoração dos 30 anos da escola.
   Por isso, esta semana é uma semana diferente, já que resolvi partilhar um pouco das surpresas com que fui presenteado, apesar delas não se terem ficado apenas por isto. E a todos os agrupamentos por onde passei, deixo apenas o meu agradecimento pelos muito agradáveis momentos que me fizeram viver, lembrando-me sempre que, como diz o cançonetista, esta foi uma semana em que vi tanta coisa linda, tanta coisa sem igual... 

O marcador para livros com que fui presenteado
Uma recordação feita pelos alunos da Escola Secundária Inês de Castro
Um trabalho de Beatriz Ferreira, igualmente uma oferta...
...e outro de Catarina Canelas, a prova de que a banda desenhada pode inspirar vários artistas
Pormanor da serigrafia da professora Nazaré Alvares que irei guardar com todo o carinho
Cinzas da Revolta: o livro exposto na Escola Secundária Avelar Brotero

terça-feira, 4 de abril de 2017

O QUE HÁ DE NOVO NO IMPÉRIO? - PROJETO DE CAPA


E, é com este desenho que funcionaria como mais um projeto de capa para esta série, que termino o conjunto de publicações dedicadas ao mais recente episódio de O Que Há de Novo no Império? intitulado Vade Retro.

sábado, 4 de março de 2017

O FIM?...



Pois é, ao final de mais de trezentas tiras, o Fred vai encerrar a sua prestação. Ainda não sei se serão umas férias longas ou se será um final definitivo. Só sei que, neste momento estou a passar uma fase em que  o sentido de humor não me aflui à cabeça, como aconteceu em dias idos. Por isso, após ponderar, considerei que, nesta fase, terei que dar umas férias ao miúdo que acabou por me surpreender a mim próprio e se desenvolveu por si, ao longo destes últimos anos. Para já, fica o até qualquer dia e um grande obrigado a todos os que o viram e incentivaram nas suas aventuras e... desventuras...